A fibromialgia é uma dor totalmente psicológica?

A fibromialgia é uma dor totalmente psicológica?


O “caminho” percorrido pelos pacientes com fibromialgia é, normalmente, o mesmo: percorrer diferentes consultórios médicos para descobrir o que causa a dor. Vários exames são feitos e nenhuma lesão é encontrada. Só então é que o psiquiatra é procurado e o diagnóstico de fibromialgia é detectado.


A fibromialgia é a segunda doença mais comum que afeta ossos e músculos, atrás apenas da artrite. Mesmo assim, ela ainda é de difícil identificação.


Estudos mostram que o que acontece no cérebro do paciente com esta doença é que ele processa a dor de maneira exagerada: Uma pessoa “normal” aguenta uma pressão de até 4kg sem sentir dor nenhuma, enquanto quem sofre com a fibromialgia sente dores imensas com bem menos pressão.


Especialistas explicam que vários estudos, desde a década de 1980, demonstraram que pessoas com fibromialgia possuíam neurotransmissores de dor em maior quantidade e, atualmente, exames já conseguem mostrar com confiabilidade esta diferença.


Não há cura para a fibromialgia, mas há tratamento, que, normalmente, é uma combinação de medicação, exercícios físicos, controle do estresse e hábitos saudáveis. Porém, quando o problema persiste, o tratamento com Estimulação Magnética Transcraniana (EMT/TMS) é muito indicado.


Para o correto diagnóstico e tratamento da fibromialgia, é necessário consultar um psiquiatra.


Dr. Ricardo Zimmer
Médico Psiquiatra
Pós-graduado em Endocrinologia e Metabologia
CRM-SC - 10305 RQE 9292
 

Depoimentos:

Fale conosco:

* Preenchimento obrigatório

Matérias relacionadas:

  • Transtorno de Ansiedade Generalizada

    Segundo dados da OMS, o Brasil já era o país com maior índice de pessoas ansiosas do mundo, com mais de 18 milhões de pessoas com o transtorno. Agora, de acordo com uma pesquisa realizada pela UERJ e publicada virtualmente pela revista The Lancet, os casos de crise aguda de ansiedade pularam de 8,7%
    Saiba mais

  • Questionário para diagnosticar possíveis transtornos alimentares

    Há uma ferramenta simples de 5 questões chamada SCOFF que foi desenvolvida para uso tanto por médicos como por outros profissionais, como instrutores de ballet, técnicos de Wrestling, personal trainers, professores etc. (Morgan et al., 1999).
    Saiba mais