Zumbido crônico e a Estimulação Magnética Transcrâniana

”Tinnitus” é como é conhecido o ruído incômodo que muitas pessoas relatam escutar constantemente sem que haja uma fonte externa. Este ruído varia de pessoa para pessoa, descrito como “som de campainha”, assobio e zumbidos.


O problema é bastante comum e acomete cerca de 15% da população. Cerca de 85% desses casos possuem algum grau de perda auditiva associada.
Em 20% dos casos, além de desconfortável, o tinnitus pode causar problemas em vários aspectos da vida do paciente, como distúrbios do sono, de concentração e de equilíbrio emocional.


A principal causa do transtorno é a exposição a ruídos altos e/ou muitos estímulos auditivos. Esse fator leva a um transtorno de percepção e a uma excitação anormal do córtex temporal. Por isso, na maioria dos casos, o tinnitus é um distúrbio neurológico do cérebro.


Para entender melhor este zumbido crônico, diversos pesquisadores estão utilizando exames de neuroimagem para detectar o que acontece no cérebro durante as crises, principalmente no córtex auditivo.


Durante uma dessas pesquisas, dois pacientes, um com e outro sem tinnitus, foram submetidos ao exame de neuroimagem enquanto recebiam um estímulo auditivo uni ou bilateral. A ativação dos lobos temporais direito e esquerdo do paciente com zumbido foi maior.


Em outro exame nesta mesma pesquisa, os mesmos pacientes eram submetidos ao exame de neuroimagem, porém, sem estimulação sonora simultânea. Este exame demonstrou que pacientes destros com zumbido tinham aumento na atividade do lobo temporal esquerdo. Fato que demonstrou a origem do zumbido, que seria neste lobo.


Com base nestes dados, os pesquisadores chegaram à conclusão de que a redução da atividade cortical neste lobo poderia melhorar o zumbido. A forma mais segura, menos invasiva e sem grandes efeitos colaterais de fazer isso é usando a Estimulação Magnética Transcrâniana (EMT).


A EMT já é amplamente utilizada no tratamento de depressão, epilepsia, Mal de Parkinson e alguns casos de alucinações auditivas causadas pela esquizofrenia.
No tinnitus, a EMT atua enviando pulsos magnéticos para a área do cérebro afetada. Estes pulsos formam uma corrente elétrica que diminui a atividade das células nervosas hiperexcitadas pelo zumbido. Por isso, a EMT é muito recomendada nos casos de tinnitus em que os remédios não fazem efeito.


Agendamento para Blumenau: (47) 3237-6829. Agendamento para Pato Branco: (46) 3224-1540.


Dr. Ricardo Zimmer
Médico Psiquiatra
Pós-graduado em Endocrinologia e Metabologia
CRM-SC - 10305 RQE 9292
http://www.ricardozimmer.com.br/

Depoimentos:

Fale conosco:

* Preenchimento obrigatório

Matérias relacionadas: