Fobia Social

O que é?

É um medo excessivo de humilhação ou embaraço em vários contextos sociais: falar, comer, escrever, praticar atividades físicas e esportivas em público, utilizar sanitários coletivos ou aproximar-se de um parceiro em um encontro romântico. O resultado disso é uma prejudicial limitação na vida da pessoa por evitar essas situações ou atividades sociais temidas. Também podem ocorrer prejuízos na vida profissional e afetiva do indivíduo. 

O que se sente?

A pessoa com fobia social sente medo acentuado e persistente em uma ou mais situações sociais ou de desempenho quando é exposta a pessoas estranhas. Pode haver temor e medo de agir de forma humilhante e embaraçosa para si próprio.

A exposição à situação social temida causa ansiedade. Ansiedade é caracterizada por sudorese, batimentos rápidos do coração, tremor das mãos, falta de ar e sensação de “frio” na barriga. O indivíduo reconhece que o medo é irracional ou excessivo. As situações sociais e de desempenho temidas são evitadas ou suportadas com intensa ansiedade e sofrimento. 

Como se faz o diagnóstico?

O diagnóstico é clínico, ou seja, baseado no relato dos sintomas do paciente. Nenhum exame laboratorial ou de imagem é utilizado para o diagnóstico. 

Como se trata?

O tratamento deve ser individualizado, dependendo das características e da gravidade dos sintomas que o paciente apresenta. O tratamento atual baseia-se no emprego de medicações antidepressivas combinadas com psicoterapia, de orientação analítica ou cognitivo-comportamental. 

Depoimentos:

Fale conosco:

* Preenchimento obrigatório

Matérias relacionadas:

  • Estimulação Magnética Transcraniana

    A estimulação magnética do cérebro acontece pela variação do campo magnético, que estimula ou inibe determinados locais, ativando os neurônios que não funcionam de forma correta na depressão.
    Saiba mais

  • Transtorno de Ansiedade

    O Transtorno de Ansiedade é uma preocupação exagerada que pode abranger diversos eventos ou atividades da vida pessoal.
    Saiba mais