Falta de ar: Um dos sintomas mais comuns da crise de ansiedade

Os transtornos relacionados com a ansiedade estão entre os problemas psiquiátricos mais comuns.

A ansiedade é um sentimento vago e desagradável que pode ser desencadeado por diferentes fatores. Os mais comuns são o estresse, o medo e a apreensão por algo que está por vir. As sensações causadas pela ansiedade podem ser tão ruins que chegam a incapacitar o paciente a viver sua rotina.

Entre os sintomas que podem aparecer durante uma crise ansiedade estão: taquicardia (palpitações e coração acelerado), dor no peito, mãos trêmulas, tontura, tensão muscular, boca seca e falta de ar. Esse último sintoma assusta muito os pacientes, principalmente nos tempos que estamos vivendo, onde doenças como a Covid possuem esse mesmo sintoma.

O que é considerado falta de ar?

Na medicina, a falta de ar é chamada de “dispneia”. Ela é caracterizada pela respiração curta, sensação de aperto no peito e impressão de não ter ar suficiente para respirar.

A sensação de falta de ar é desconfortável e assusta muito os pacientes, que ficam confusos sobre a causa real. Afinal, a dispneia (nome que a falta de ar tem na medicina) pode ser sentida em doenças como asma, insuficiência cardíaca, infarto e, até mesmo, a Covid-19.

Como diferenciar a falta de ar de uma crise de ansiedade de outra doença?

Em uma crise de ansiedade, a falta de ar é intermitente, ou seja, aparece e desaparece ao longo de um período de horas. Ela também surge de forma súbita e intensa, geralmente acompanhada de outros sintomas, como insônia e alterações na alimentação.

Para diferenciar a ansiedade de qualquer uma dessas outras doenças, o recomendado é que, ao sentir a falta de ar pela primeira vez, o paciente procure atendimento médico. Dessa maneira é possível descartar os outros problemas.

Por que a ansiedade gera falta de ar?

Ao sentir ansiedade, os músculos de todo o corpo ficam tensos e rígidos. Isso inclui os músculos do pescoço e ombros, que ajudam na respiração. Além disso, em uma crise de ansiedade, é comum que o paciente respire de forma mais rápida, o que acaba cansando os músculos respiratórios, que não conseguem relaxar e, assim, prendem parte do ar dentro do pulmão.

O ar dentro do pulmão causa a sensação de peito apertado… E isso pode piorar ainda mais a crise de pânico, piorando os sintomas.

Como lidar com a falta de ar em uma crise de ansiedade?

Para contornar o problema, você precisa relaxar.

Existem diversas técnicas que ajudam a fazer a crise passar mais rápido. A maioria delas envolve sentar-se de forma relaxada e respirar profundamente, buscando focar a mente em outras coisas

Quando devo procurar ajuda médica em uma crise de ansiedade com falta de ar?

Se você já tem o diagnóstico de ansiedade e sabe que o que está sentindo é uma crise de pânico, não é necessário buscar atendimento médico imediato, já que os sintomas tendem a diminuir após alguns minutos.

Porém, é indicado procurar um médico psiquiatra quando você estiver bem e a crise tiver passado. Isso porque este profissional poderá recomendar a terapêutica correta para ajudar a controlar as crises de ansiedade e, até mesmo, ensinar técnicas de relaxamento para que os sintomas da ansiedade passem de forma mais rápida.

Para agendamento, entre em contato por telefone: (47) 3237-6829, (47) 992817005 ou (46) 9135-1540
Além do atendimento presencial (em Blumenau e Pato Branco), é possível agendar uma consulta por chamada de vídeo.

Dr. Ricardo Zimmer
Médico Psiquiatra
CRM-SC - 10305 RQE 9292

Depoimentos:

Fale conosco:

* Preenchimento obrigatório

Matérias relacionadas:

  • Zumbido crônico e a Estimulação Magnética Transcrâniana

    ”Tinnitus” é como é conhecido o ruído incômodo que muitas pessoas relatam escutar constantemente sem que haja uma fonte externa. Este ruído varia de pessoa para pessoa, descrito como “som de campainha”, assobio e zumbidos.
    Saiba mais

  • O medo, a ansiedade e o estresse

    O medo está presente no nosso dia a dia, cada vez mais forte. Ficar doente, ter perdas financeiras, ser demitido, perder um ente querido são exemplos de temores que afligem milhões de pessoas Brasil afora nos dias atuais.
    Saiba mais